Post-it na lancheira

Achei uma ótima ideia.  Principalmente para mães como eu, que tentam de tudo para participar ao máximo da vida dos filhos. 

Rob Kimmel é um designer que teve a ideia de colocar todos os dias na lancheira do filho, um desenho incompleto com metade de uma frase para que Ben completasse no recreio.  O resultado foi o site WanderMonster, onde ele mostra vários lunch posts, com as meias histórias desenhadas e depois, com o complemento do filho.  Uma excelente forma de estimular a criatividade das crianças e ainda interagir de forma divertida com elas, mesmo quando não estão conosco.  Um motivo também para celebrar a volta da escola, quando devem mostrar com orgulho o que imaginaram como desfecho da história.  Abaixo algumas obras primas de Ben.

Mais aqui.

Para mim, este é um exemplo de pessoas que conseguem transformar o simples, ordinário e cotidiano em algo extraordinário.  Adorei!

Anúncios

Nostálgico Valentine’s Day

Pensando em não passar o Valentine’s Day em branco – sinceramente gosto bem mais do nosso 12 de junho – me lembrei do primeiro álbum de figurinhas que completei na vida.  Devia ter uns 7 anos e por incrível que pareça, o álbum não era dos Ursinhos Carinhosos ou da Turma da Mônica.  Eram as famosas figurinhas de um casal de bonecos peladinhos que ilustravam frases ingênuas – quase bobas – sobre o amor.  “AMAR É…” era uma febre nos anos 80, e encantava as menininhas sonhadoras que ainda brincavam de Barbie – quer dizer, Susi. 

PS: Procurando pelas imagens das figurinhas “Amar é…”, achei 3 outros álbuns da mesma época que me marcaram muito também. Quando me deparei com estas fotos, meu coração até disparou!  Elas subitamente me levaram aos meus 7 anos e senti por milésimos de segundo a sensação que tinha quando colava as figurinhas nestes álbuns.  Incrível como temos lembranças detalhadas da nossa infância guardadas na memória, mas que, se não são estimuladas ficam adormecidas para sempre.  Será que algum dia ia lembrar disso na vida? 

"Bem me quer" - 1982

Meu Deus, me lembro perfeitamente destas figurinhas!

"Fofura" - 1982

Cada página começava com uma letra, e algumas figurinhas tinham detalhes brilhantes - inédito na época

"Ploc Monsters" - tinha que raspar no verso da figurinha para colar

Não lembro se tinha Leticia!

 

Agora dá licença que eu vou procurar o meu Atari e minhas fofoletes…

Todas as imagens são do site Retromotoca.

O mundo dos fru-frus não me pertence!

Quem me conhece sabe que sou uma mãe de menino convicta, apaixonada pelo universo infantil masculino e que ainda tenho vontade de ter mais um filho – homem.  Não tenho aquele sonho – que todos acham que eu deveria ter – de ser mãe de uma menina.  É claro que se tivesse uma filha iria adorar, mas definitivamente não serei frustrada se não tiver.

Estou muito bem resolvida e feliz com meus dois pimpolhos, mas confesso que quando me deparo com fru-frus, tu-tus, lacinhos, florzinhas, babadinhos e afins, fico morrendo de vontade de mergulhar no mundo encantado das meninas.  É tudo muito lindo e fofo!  Fico torcendo para alguma menina nascer ou fazer aniversário para poder matar a minha vontade de comprar coisas cor-de-rosa. 🙂

É uma injustiça a proporção de ofertas de roupas e acessórios femininos e masculinos para crianças.  Geralmente, as lojas dedicam um espaço enorme para expor as coisas de meninas e os meninos ficam com uma ou duas araras num cantinho mais escondido.  Fora o meu exagero, é fato que as lojas infantis acabam expondo com muito mais destaque as roupas para as meninas do que o enxoval masculino – onde reinam os moletons, jeans, camisetas e bermudas (e às vezes ainda com temas e estampas horrorosas de Hot Wheels, Max Steel, Batman, Ben 10, etc… que os meninos adoram!). 

É verdade que hoje as mães de meninos já têm muito mais opções bacanas para vestir seus filhos do que há alguns anos atrás.  Já existem lojas com coleções muito legais para meninos, mas ainda são poucas.  Muito poucas (meu salário e marido agradecem!).

Enfim, mas hoje estou com a alma lilás, cheia de laços e fitas, e quero mostrar algumas coisas de menina simplesmente irresistíveis.

Alguns sites muito legais de roupinhas e outras coisinhas fofas de criança – meninas e meninos!

http://www.blablakids.com/

http://www.teacollection.com/

http://www.bibaloo.com/index.php

http://www.craftsburykids.com/

http://www.littlechillies.com.au/index.html

http://www.bonpoint-boutique.com/en/

http://www.littlepebblesdesigns.com.au/

http://www.peanutandpip.com/

http://www.billylids.com.au/

http://www.oliveandmoss.com/

http://www.periwinklebloom.bigcartel.com/

http://www.toffeemoon.co.uk/

Ócio criativo e inspirado

 Adele Enersen é uma designer finlandesa que resolveu usar o tempo livre da sua licença-maternidade – detalhe importante: as mães finlandesas tem direito a onze meses de licença, prorrogável por até três anos!  Deus, permita que eu nasça na Finlândia na próxima encarnação! – para fotografar sua filha, Mila, em poses inusitadas.  Todos os dias, ela aproveita o soninho da tarde de Mila para fotografá-la em cenários montados no tapete de sua sala e inspirados no que a pequena parece estar sonhando.

Assim, nasceu o blog Mila’s Daydream, onde Adele posta as fotos, quase que diariamente.  Abaixo estão as minhas favoritas, mas no blog tem muito mais, vale a pena conferir. 

Muito fofo!  Anne Guedes que se cuide!

Floating Sky

Super pink

Elephant Rider

Mila & Frog

Surf

Laundry Day

Bookworm

Love Religion

Fishing

Up

Space Mila

Concerto

Não são lindas demais? 🙂

%d bloggers like this: